sexta-feira, 24 de novembro de 2017

ERASMUS na Polónia


Aeroporto de Lisboa
Desde o dia 2/10/2017 encontro me de ERASMUS numa cidade chamada Konin na Polónia. 

Konin é uma cidade localizada no centro da Polónia, na parte leste de Wielkopolska, no rio Warta. Konin está mais ou menos 105 km de Poznan e a 219 km de Varsóvia (capital).
Em Konin, estou de ERASMUS na universidade de Państwowa Wyższa Szkoła Zawodowa w Koninie. Uma  universidade estadual da região, com quase 20 anos de experiência. Mas ainda se encontra em crescimento. É uma universidade praticamente nova, com um espaço moderno e amigável para estudar. 

Aqui os professores e coordenadores na minha opinião foram bastante acessíveis. As aulas para aqueles que vem de ERASMUS, algumas são leccionadas em inglês. 

Uma desvantagem nesta universidade, é que muitos dos funcionários que aqui trabalham não falam inglês, assim fica um pouco difícil pedir alguma informação ou tratar de algum assunto importante. Alguns, mesmo sem falar nada de inglês, tentam fazer com que os perceba, fazendo gestos ou até mesmo desenhando num papel kkkk. 

A minha sorte, é que eu tive a oportunidade de ter dois excelentes "buddy's" em que me ajudaram em tudo que precisei nas minhas primeiras semanas aqui. 

Agora, a minha opinião sobre a cidade... Konin para mim não é uma cidade, e sim uma espécie de vila, uma vila grande... Para quem vem de ERASMUS e procura distracções nos tempos livres é para esquecer. Konin não tem nada mais do que praças bonitas com muitos corvos a solta, dois shopping's não muito grandes, uma espécie de zoo com poucos animais, animais típicos de cá, e muitos esquilos a passear de árvore em árvore. As lojas/pastelarias/café fecham cedo... (18 horas), no fim de semana por vezes nem abrem. Uma coisa boa aqui é que tem muitos supermercados, (E.Leclerc; Carrefour; Lidl; Intermache, Pingo Doce; entre outros supermercados típicos da Polónia) é a escolha do fregues. Aqui ninguém morre a fome! hahah até porque Konin tem um Mc Donalds 24h no centro da cidade, é o que safa, porque restaurantes/pizzarias por vezes fecham as 21h.

Já faz quase dois meses que estou aqui e me encontro em um autêntico tédio. Se não fosse o ginásio e as viagens que vou fazendo de vez enquanto... 

Pois existe uma vantagem de estar em Konin, é uma cidade barata relativamente a praticamente tudo... estadia, comida, transporte, ginásio (para quem gosta, o ginásio da escola custa apenas 5 euros por mês). 

Logo dá para poupar para passear por aí. 

Nas próximas postagens vou contar um pouco sobre os meus passeios por aqui.

Fiquem atentos, até a próxima!

Obrigado Pela Sua Visita!

Obrigado Pela Sua Visita!
♥●•·Beijos·•●♥

Visualizações

Sobre mim!


Instagram
Eu sou assim

Duas mulheres dentro de mim…

Às vezes três

Quatro... cinco... seis...

Talvez seja uma por mês.

Diversifico-me

Existe momentos em que dou um grito

Existe outros em que vivo um conflito

Apresento ao mundo a minha dor

Em outros momentos, só consigo falar de amor

A mais romântica

Melodramática

Imóvel

Chorosa ou nervosa

Carente ou decadente

Vingativa ou inconsequente

É nestes momentos em que eu não me apercebo

E transformo-me numa mulher cheia de medo

Cheia de reservas

Coberta de subtilezas

Séria e sem defesas

No minuto seguinte

No papel de mulher fatal

Transformo-me logo na tal

E nesses momentos sou a dona do mundo

Segura e destemida

Presunçosa e atrevida.

Rasgo todos os meus segredos ao meio

E exponho-me num letreiro

De poesia ou texto

Assalto, incendeio...

Conto o que ninguém tem coragem de contar

Explico detalhes que nem é bom me lembrar

Sou assim

Várias de mim

Sorrisos por fora

Angústias a toda hora

Por dentro um tormento

No rosto nem um único sofrimento

No corpo uma explosão de prazer

Nos olhos, deixo o meu desejo se perceber

O melhor é ninguém me conhecer

Fiquem apenas com as minhas letras

Com as minhas palavras

Na vida real sou muito mais complicada

Sou uma em mil

E quem tentou, descobriu

Que viver ao meu lado

É viver dentro de um campo minado

Que vai explodir em qualquer momento

Mas quem esteve nele

Nunca mais quis fugir

E ainda hoje cá se encontra.

Revendedora

Faça Parte!